IoAiutoBra 1 livrar

Home News

A emergência do coronavírus não impedirá a cidade de Bra de celebrar a festa da República Italiana. Certamente, devido às regras antic Covid que proíbem as reuniões, a terça-feira, 2 de junho de 2020, perderá a nomeação com as muitas iniciativas organizadas pela administração municipal nas edições anteriores, mas isso não significa que os cidadãos não terão a oportunidade de participar de uma reunião. grande festa coletiva, embora de forma virtual.

A reunião fluvial da Câmara Municipal terminou com a discussão de 10 perguntas apresentadas pela minoria (com exceção da diretora Annalisa Genta, líder do grupo "Coragem-Você muda", signatária apenas da última).

Entre os tópicos em discussão, o serviço de transporte para o novo hospital de Verduno, considerado hoje inadequado para atender às necessidades do pessoal de saúde, bem como daqueles que vão ao hospital para ajudar os pacientes. "Estamos cientes de que o serviço não satisfaz a todos", respondeu o conselheiro Massimo Borrelli. "Por esse motivo, solicitaremos à Região que modifique alguns horários da linha 2, a fim de atender às necessidades dos usuários sem aumentar as despesas e, ao mesmo tempo, considerar a rota urbana inserindo Verduno na área urbana, para manter o preço do ingresso em 1,2. , XNUMX euros ".

O novo hospital foi objeto de uma segunda questão relacionada a intervenções na área de tráfego, que deverá garantir o acesso fácil à estrutura pelos cidadãos. A esse respeito, o prefeito ilustrou o procedimento que, após o lançamento dos "Fundos Crosetto", levará à criação da variante na cidade de Pollenzo. Obra para a qual o Município contribuirá com 700 mil euros.

Outro tópico muito sentido foi o verão deste ano ou não, uma questão muito próxima das famílias de Braidesi. O prefeito Gianni Fogliato confirmou que o governo está disposto a garantir a realização dos centros de verão também durante todo o mês de agosto e que já começaram os contatos com as cooperativas Alice e Lunetica, as paróquias, a associação de bairro Madonna dei Fiori e Salesianos. "Vamos continuar dividindo as crianças em pequenos grupos divididos em um número maior de prédios escolares do que no passado", explicou o prefeito.

Também pediram esclarecimentos sobre o destino das máscaras doadas pelo condado chinês de Yongchang ("parcialmente distribuído ao Aghav, ao Centro de higiene mental e às associações voluntárias, mas não à cidadania como guarnição descartável"), previsões sobre a redução de renda de custos de urbanização no plano de obras públicas de três anos ("hoje é esperada uma queda de 40%, mas a Região anunciou que cobrirá pelo menos parte das perdas") e informações sobre as medidas adotadas para evitar o freqüente abandono de resíduos ao longo das escarpas da ferrovia entre Cuneo e Cherasco ("A Rfi comprometeu-se a instalar uma câmera para monitorar a área, bem como limpar a área. Medidas que foram suspensas devido à emergência Covid e às quais retornaremos a solicitar ").

As oposições foram então criticadas contra a Administração pelo fracasso em convocar a Câmara Municipal nesses meses: "Em nossa opinião, era necessário convocar uma sessão em abril para apresentar um relatório detalhado sobre o que estava acontecendo e como estava agindo. ”, O comentário de Marco Ellena (Lega).

Seguiu-se a discussão de uma pergunta sobre a travessia de pedestres via Vittorio Veneto, próximo à rotatória com a Adua e a Isonzo, que serão modificadas para torná-la mais segura.

A noite terminou com a pergunta apresentada pelo vereador Genta sobre a tecnologia 5G. “No momento”, explicou o comissário Massimo Borrelli, “não existem plantas na área de Bra, que não são afetadas pela experimentação. No entanto, a questão será investigada pela Comissão do Meio Ambiente ". (Rb)


Info: Cidade do Bra - Secretaria-Geral
tel. 0172.438211 - segreteria@comune.bra.cn.it

O conselho municipal de Bra se reuniu eletronicamente ontem. A sessão, a primeira há alguns meses, começou com uma longa comunicação do prefeito Gianni Fogliato, que antes se lembrava dos concidadãos que desapareceram nesses meses, começando pelas vítimas de coronavírus, como o dr. Dominique Musafiri. Seguiram-se sinceros agradecimentos aos profissionais de saúde da linha de frente na luta contra o Covid 19, aos muitos voluntários que nos últimos meses trabalharam para a comunidade e a própria cidadania, que sempre demonstraram respeitar as regras ditadas para combater a pandemia. Considerações que encontraram o consenso de toda a assembléia da cidade.

Durante a última sessão do conselho da cidade, a assembléia adotou dois regulamentos importantes.

Regulamento para sanções de construção e paisagismo
A cidade de Bra adotou um regulamento para a aplicação de sanções pecuniárias administrativas em questões de construção e paisagismo. "É", explicou a conselheira de planejamento urbano Anna Brizio, "de uma ferramenta necessária para garantir certezas preconcebidas na aplicação de regulamentos superordenados, com o objetivo de garantir o bom desempenho e a imparcialidade das ações administrativas. A resposta a uma necessidade cada vez mais percebida pela cidadania ".
Para ilustrar os aspectos técnicos do novo regulamento, o diretor da divisão de planejamento urbano Stefano Tealdi, que explicou como as disposições sancionatórias previstas no Decreto Presidencial 380/2001 para a parte de construção e no Decreto Legislativo 42/2004 para a parte da paisagem são bastante complexas e contêm indeterminações deixadas ao critério da entidade que tem o ônus da aplicação. A adoção do regulamento para a aplicação de sanções, inspirado em critérios proporcionais à extensão do abuso e ao período decorrido desde a sua implementação, permitirá orientar a atividade do escritório chamado para a aplicação da legislação e permitirá todos os cidadãos, profissionais e operadores do setor, tenham maiores certezas, maior rapidez e justiça nas ações administrativas.
O novo regulamento, que não introduz novas sanções, mas apenas dita os critérios a serem seguidos na aplicação dos regulamentos estaduais, recebeu a aprovação da maior parte da assembléia, começando com o presidente da Comissão de Planejamento Urbano Sergio Panero (Together for Panero-Civic Group ), segundo o qual "graças a este regulamento, não será construído na cidade mais metros cúbicos do que o permitido por lei".
A única voz dissidente foi a da diretora Annalisa Genta (Courage-You change), que convidou o governo a ser mais cauteloso porque, segundo ele, esse instrumento invadiria as competências estaduais e regionais.
A resposta veio da diretora Bruna Sibille (PD), que lembrou como o regulamento é o resultado de um trabalho iniciado há algum tempo que envolvia insights técnicos e legais sobre o assunto. “Não era mais possível deixar a situação inalterada. Era necessário dar uma resposta aos cidadãos ".

Regulamento de Consulta dos Comitês de Bairros e Frações
Entre os itens da agenda também está a adoção de um regulamento para a criação do conselho municipal dos comitês de bairros e aldeias. Conforme explicado pelo comissário Luciano Messa, é um órgão consultivo que não substitui a função de cada um dos comitês. O conselho será consultado pela administração municipal sempre que for necessário adotar medidas de interesse geral, como planejamento financeiro, planejamento territorial e quaisquer obras importantes. "Vamos formalizar um método de comparação já iniciado há anos através do uso da chamada montagem 'Interquartieri'".
O texto foi aprovado com a abstenção das minorias (com exceção do conselheiro Genta, que emitiu parecer favorável) após a proposta do líder do grupo da Lega Marco Ellena de alterar o regulamento, inserindo dois diretores no novo órgão municipal representando maioria e oposição. (Rb)

O Alzheimer Cafè começa novamente em junho, o projeto iniciado pela administração municipal de Bra em colaboração com a associação "La Cordata", a associação "Insieme" e a cidade interparoquial Caritas para apoiar as pessoas afetadas por esta doença neurodegenerativa e suas famílias. São reuniões de auto-ajuda nas quais as pessoas que enfrentam esse problema e seus parentes podem se encontrar em uma atmosfera de normalidade, conversar com outras pessoas, compartilhar experiências e boas práticas.