IoAiutoBra 1 livrar

Além de aprovar o relatório de 2019, o conselho municipal de Bra, que se reuniu novamente ontem à noite (25 de junho de 2020) na sala "Achille Carando" do edifício municipal, discutiu outras resoluções, principalmente sobre questões financeiras.

Durante a sessão, os diretores aprovaram (10 votos a favor e 5 abstenções) o regulamento para o imposto municipal (IMU), confirmaram as taxas e deduções relativas já apresentadas em dezembro como parte do orçamento previsto, incluindo também o alíquotas do Tasi (imposto sobre serviços indivisíveis), imposto revogado e incorporado na IMU. A IMU também aprovou a possibilidade, para os retardatários, de pagar a primeira parcela do imposto que expirou em 16 de junho a 30 de setembro, sem multas e juros por mora, justificando-se com uma motivação ligada à emergência do Covid-19. Como parte da discussão, o prefeito também anunciou a intenção de estabelecer uma mesa de trabalho técnica para redefinir, atualizando-a, o valor das áreas de construção para fins de IMU.

Também foram aprovados os Regulamentos para a regulamentação do imposto sobre resíduos (Tari) (11 a favor, 4 abstenções) e as tarifas já aprovadas com a Resolução 2020 de 70 foram confirmadas para 2019, com um desconto de 5% para todas as concessionárias (comerciais). e privado) já aplicado no ano passado, em dois anos atingindo -10% que "recompensa os resultados da escrupulosa coleta separada operada pelos cidadãos", conforme explicado pelo prefeito Fogliato. Essa decisão faz parte de novos regulamentos de mercado estabelecidos pela ARERA, que distorcem as regras para a definição dos planos financeiros com base na definição das tarifas de imposto sobre resíduos e que, de fato, penalizam Municípios virtuosos como o Bra, que Nos últimos dois anos, registrou um crescimento da coleta seletiva de resíduos de nada menos que 20 pontos percentuais.

"Essas são as razões que levaram o governo a procurar uma maneira diferente, a fim de garantir que os cidadãos paguem a menor taxa possível - explicou a vereadora Bruna Sibille (PD) -. Fazemo-lo com uma deliberação articulada, onde cada palavra tem um peso, mas com a convicção íntima de ser capaz de atingir nosso objetivo de fazer nossos cidadãos pagarem uma quantia justa ".

Na questão dos resíduos, a minoria pede uma "melhoria do serviço de coleta em relação às questões de decoração urbana, distribuição de sacolas e abandono" (Luca Cravero, Lega Bra), "reduções adicionais para retribuir aos cidadãos pelo bom trabalho realizado" (Sergio Panero, Together for Panero) e "intervenções pontuais na passagem subterrânea da estação" (Davide Tripodi, Bra Domani), confirmadas (a partir desta semana) pelo vereador Massimo Borrelli.

O conselho municipal de Bra também aprovou por unanimidade alterações nos regulamentos do conselho municipal, em particular no que diz respeito aos artigos sobre o estabelecimento de comitês permanentes da diretoria e sua composição e funcionamento, além da renovação do Conselho Fiscal para o período de três anos 2020- 2023, composta por Anna Paschero, ex-presidente nos três anos anteriores, e os revisores oficiais de contas Lorenzo Barchietto e Anna Ghibaudo, como empate (para os dois últimos nomes) realizado pela província de Cuneo.

Neste link, a análise aprofundada dedicada à aprovação do relatório de 2019. O vídeo de toda a sessão do conselho da cidade de Braidese é publicado no perfil do You Tube do município de Bra (link direto: https://youtu.be/XS5WCN2EfNM) (em)


Info: Cidade do Bra - Secretaria-Geral

tel. 0172.438317 - segreteria@comune.bra.cn.it