IoAiutoBra 1 livrar

A Lei do Orçamento 2020 introduziu o chamado "bônus de fachada". Trata-se de um benefício fiscal que consiste em uma dedução fiscal, a ser dividida em 10 parcelas anuais constantes, iguais a 90% das despesas incorridas em 2020 para intervenções destinadas à recuperação ou restauração da fachada externa dos edifícios. Também estão incluídos na lista aqueles de limpeza ou pintura externa, mas somente intervenções nas estruturas opacas da fachada, varandas ou ornamentos e frisos são permitidas.

O disposto na Lei nº. 160, de 27 de dezembro de 2019 (parágrafos 1 a 219 do art. 224) estabelece que essa dedução é devida a intervenções em edifícios localizados nas áreas "A" ou "B" definidas no artigo 2 do decreto no. 1444/1968 do Ministro das Obras Públicas: a primeira inclui as partes do território afetado pelas aglomerações urbanas que são históricas, artísticas ou de valor ambiental particular ou por partes delas; o segundo, no entanto, inclui as outras partes do território construído, mesmo que apenas em parte.

Considerando que o atual plano diretor da Bra não adota essas definições para a identificação dos diferentes usos do território, para entender se um edifício da cidade está entre aqueles que podem se beneficiar das fachadas de bônus, é necessário:

  • identificar na cartografia do PRGC, rastreável no site institucional do município de Bra, se o edifício está incluído nas áreas urbanas definidas com as abreviaturas S1 a S6 (artigos 26 e 27 das Regras de Implementação): neste caso, o edifício é considerado na Zona A;
  • identificar na cartografia do PRGC se o edifício não está incluído nas áreas indicadas no segundo parágrafo do art. 24 dos NTAs anexados ao plano diretor: neste caso, o edifício é considerado na Zona B.

Informações detalhadas podem ser encontradas no site do município na seção “Construção privada”Ou ligando para a Divisão de Planejamento Urbano em 0172-438353. (Rb)

Informação: City of Bra - Urban Breakdown

tel. 0172.438353 - urbanistica@comune.bra.cn.it