IoAiutoBra 1 livrar

A Câmara Municipal de Bra reuniu ontem, terça-feira, 30 de julho de 2019, tomando nota da persistência do saldo orçamental e aprovando o ajustamento ao orçamento 2019/2021.

O documento - que atualiza as projeções no meio do ano e se configura como uma espécie de variação orçamentária articulada - foi apresentado pelo prefeito Gianni Fogliato, que destacou alguns aspectos relevantes, incluindo o recebimento de contribuições públicas e privadas ( + 150 milhares de euros), os efeitos da incorporação do orçamento dos serviços sociais territoriais, a recuperação de impostos (+180 milhares de euros), o aumento das despesas com serviço de cantina na sequência da alteração do acordo sindical relativo às cooperativas que operam no sector , a inclusão de contribuições individuais para a remoção de barreiras arquitetônicas e para a compra de livros didáticos. No total, para a entrada de 2019 verificam-se receitas correntes superiores em 552 mil euros e receitas correntes inferiores em 71.090 euros, enquanto as rubricas de despesas apresentam despesas correntes superiores em 644.290 euros, despesas correntes inferiores em 136.886 euros e despesas de conta superiores capital por 23.460 euros.

A resolução foi aprovada com 11 votos a favor e 5 contra; a minoria, ao mesmo tempo que destacou a partilha de capítulos e intervenções individuais, reiterou também a opinião negativa sobre o regime geral do orçamento durante o processo de ajustamento, apontando também algumas questões relativas à segurança, edifícios escolares e políticas sociais, em relação às quais uma resposta específica foi recebida do Executivo e dos diretores gerais.

Asti-Cuneo: um movimento compartilhado
Em vez disso, foi alcançada a unanimidade para a aprovação da proposta de conclusão da auto-estrada Asti-Cuneo apresentada pela maioria. Objetivo prioritário sobre o qual o Conselho fez uma frente comum, preparando um texto comum que incorpore os acréscimos e modificações feitos pela minoria. Em particular, os vereadores solicitam ao governo nacional e regional e aos parlamentares locais que, sem mais demora, as obras de conclusão do troço de auto-estrada em falta e as obras acessórias sejam iniciadas o mais rapidamente possível e que o Município de Bra, em tempo hábil, esteja sempre tomou conhecimento de todos os atos que doravante serão praticados com o objetivo de alcançar o objetivo almejado, especialmente à luz dos graves e inúmeros danos sofridos nos últimos anos pelo território Braidese em decorrência desse atraso injustificado.

Na Câmara Municipal de terça-feira, 30 de julho, foi também aprovado o ajustamento das remunerações dos auditores, a alteração do orçamento previsto de 56.700 euros nos capítulos relativos às obras públicas e a constituição - sem encargos da Câmara Municipal - de uma servidão de linha de força e passagem para subestação elétrica na Strada Molini. (em)

Info: Cidade do Bra - Secretaria-Geral
tel. 0172.438317 - segreteria@comune.bra.cn.it