IoAiutoBra 1 livrar
Um lembrete para as empresas que gerenciam o fornecimento de gás metano em Bra, convidando-as a "informar os usuários da maneira mais apropriada e o mais rápido possível" sobre as faturas que chegaram recentemente à cidade, algumas das quais são consideráveis. ao longo do tempo, as pesquisas deixaram de ser feitas nos medidores e as faturas de suprimentos não foram enviadas aos usuários. É isso que o prefeito Camillo Scimone e o conselheiro de serviços sob concessão, Giovanni Marco Gallo, fizeram com uma carta em que destacam que, em um relatório anterior feito em abril passado, a empresa de spa Enel Gas respondeu que o episódio era de cobrar por uma mudança nos procedimentos internos para identificar o consumo, com conseqüentes atrasos no faturamento. Foi também assegurado o seguro da circunstância, bem como a possibilidade de pagamento em parcelas para consumo anômalo, conforme previsto pelo art. 10 da resolução no. 229 / 2001 da Autoridade para a electricidade e o gás teria dado informações adequadas aos utilizadores ”. Os dois administradores se queixam de que "hoje, tendo chegado aos lares de nossos concidadãos, as faturas de consumo derivadas das supostas leituras nos meses de inverno, notamos que o acima foi desconsiderado, com comunicações que não esclarecem alguns pontos fundamentais de interesse dos usuários". ". Em particular, o primeiro cidadão e seu assessor pedem esclarecimentos sobre "as oportunidades de pagamento parcelado, que deve incluir um período adequado de amortização", além de ter que "esclarecer com extremo detalhe os juros devidos, bem como as taxas aplicadas para calcular o consumo do período ”. Segundo os dois representantes do Executivo, "a administração municipal de Bra acredita que essas comunicações devem assumir um papel proeminente na relação correta entre provedor de serviços e consumidor final". (Rg)