IoAiutoBra 1 livrar
Cento e quarenta e quatro carros verificados, seis cartões de circulação e quatro patentes aposentadas, com outras quarenta e uma violações encontradas. Este é o orçamento de um exame minucioso realizado na semana passada pelas patrulhas da Polícia Municipal de Bra no tráfego rodoviário na cidade. Duas patentes foram retiradas para o mesmo número de motoristas que não os renovaram no prazo de validade: um deles expirou por mais de um ano, outro motorista foi retirado para o CG, trinta e um braidistas, que durante um cheque do alcoólatra noite, resultou com uma concentração de álcool duplo em comparação com o permitido. Além da retirada da licença, o homem foi denunciado à Procuradoria da República de Alba pelo crime de embriaguez. A outra licença, no entanto, foi retirada a uma mulher, BA, quarenta anos de origem marroquina residente na cidade, porque ficou surpresa ao dirigir seu carro, apesar de ter sido confiscada no dia anterior, sempre da mesma patrulha da polícia municipal, por não pagar 'seguro. Além da retirada da licença, foi feita uma reclamação à autoridade judicial para a remoção dos selos e a violação das obrigações de custódia do veículo apreendido. Havia uma retirada do cartão de circulação para seis automobilistas, a falha na revisão periódica de seu veículo, prevista em lei, pela primeira vez após quatro anos de inscrição e depois de dois em dois anos. Trinta violações foram cometidas a tantos motoristas quanto não seguiram o código do código rodoviário. Entre estes, o uso de cintos de segurança e assentos para crianças, o uso do telefone celular, a passagem da luz vermelha, o excesso proibido, a velocidade excessiva e o incumprimento da precedência. Os controles, também graças ao aumento da equipe disponível no comando da Via Moffa de Lisio, continuarão nas próximas semanas. Da mesma forma, como resultado de certos relatórios da cidadania, serão realizados controles para verificar o cumprimento dos horários de abertura dos distribuidores de combustível. Três gerentes foram sancionados por ter fechado o negócio, apesar de terem programado abrir. (Polícia Municipal de Sutiã)