IoAiutoBra 1 livrar
"Se eu estiver aqui esta noite para contar minha história há muitos anos, eu tenho que ir a Louis e Maria Oberto, que foram reconhecidos por Israel como" Justos entre as Nações ". É a passagem mais emocionante de Bianca Hessel Schlesinger, um judeu croata que escapou da lager, presente no Centro Multifuncional "Giovanni Arpino" de Bra, sexta-feira passada, 27 January 2006, no Dia da Memória. White Hessel Shlesing, autor do livro "Com os lobos por trás", desenhou o tempo mais difícil de sua vida, quase dois anos passados ​​escondidos na família Oberto por causa da perseguição racial perpetrada pelo nazismo. Na sala estavam presentes alguns membros da família Oberto, nativa de Borgata Rossi, uma fração de Rivalta de La Morra, visivelmente ansiosa para rever Bianca Hessel no palco para lembrar, mas também para agradecer a enorme coragem que demonstraram. A noite começou com a intervenção de Claudio Lacertosa, delegado de prefeito para as relações com as associações de combate e as armas, que enfatizou o entusiasmo demonstrado pelas escolas escolares nas reuniões com Bianca Hessel, como prova do forte envolvimento de tranças jovens para os temas Shoah. Pouco tempo depois, o representante dos tristes Domenico Asselle falou da importância dessas iniciativas e da disponibilidade do "Comitê da Cidade" para os valores 27 de janeiro e abril 25 para o futuro e ainda mais intenso colaborações com a administração municipal. No final do discurso, o prefeito de Bra, Camillo Scimone apresentou as próximas iniciativas para 27 janeiro: "O próximo ano será banido um concurso - que contará com a participação dos alunos dos institutos da cidade - o que prevê a possibilidade de contribuir para a alocação de recompensa pelo melhor trabalho no tema Shoah. Os trabalhos desses alunos serão julgados por especialistas nomeados por um comitê criado especificamente pelo Bra Council, "reiterou o primeiro cidadão", envolvendo professores que durante anos estão envolvidos no momento organizacional do Dia da Memória. A competição, intitulada "Escola e Shoah: um caminho para a defesa da cultura da memória", será banida anualmente pela 2007 e permitirá que os vencedores, estudantes dos institutos de cada categoria e classificação, ganhem o " City of Bra, January 27 ". No final desta palestra, o filme "Rosenstrasse" de Margarethe von Trotta foi exibido, inspirado na história histórica que realmente estava acontecendo na Alemanha nazista, que viu milhares de mulheres arianas estarem de dia e de noite diante de um edifício Rosenstrasse, com sede em Berlim, onde estavam preso por maridos judeus, esperando ser deportado para os campos de extermínio. (Va)