IoAiutoBra 1 livrar
Será dada prioridade às ruas da cidade histórica mais antiga na coleção de lixo "porta-a-porta" para o Bra. Foi o que emergiu da reunião entre os representantes do comitê distrital com o prefeito Camillo Scimone e o conselheiro do meio ambiente Giovanni Marco Gallo, que também tinha um representante da empresa concessionária de serviços. A reunião, convocada para fazer um balanço da situação do novo sistema partidário própria coleção da cidade velha há alguns meses, autorizados a colocar sobre a mesa todas as dificuldades sentidas pelos cidadãos na primeira fase, com o objetivo de fazer a corretiva apropriada para melhorar o sistema. Outro ponto que atraiu a atenção dos administradores municipais é a necessidade de colecionar resíduos sólidos urbanos, que é uma parte residual do que é diferenciado, em recipientes em vez de em sacos transparentes, para garantir uma maior decoração urbana. Sobre o assunto, o Conselheiro Gallo afirmou que não há exclusão pela Administração Cívica, desde que as persianas tenham sido movidas pelos mesmos cidadãos. A solução será explorada mais a fundo.
Por fim, os representantes dos comitês de vizinhança levantaram dúvidas quanto à cobrança de papel e cartão para utilidades comerciais. Os líderes da comunidade, no entanto, lembrou que, neste caso, você terá que ouvir a opinião da categoria associação, o Bra Ascom, propondo uma coleção concentrada em poucas horas, entre 12: 30 e 15: 30 quarta-feira e quinta-feira. (Rg)