Antes de sua discussão na Câmara Municipal, que acontecerá nas próximas semanas, hoje quarta-feira 17 Dezembro 2008 o conselho municipal de Bra apresentou às forças econômicas, sociais e de participação presentes no território as diretrizes da previsão orçamentária do Município para o ano 2009. Com um consumo de pouco mais de quarenta e um milhões de euros, a manobra econômica para o próximo ano prevê taxas e tarifas inalteradas em comparação com a 2008, com maiores reduções para as famílias de baixa renda. Nesta manhã, os representantes das categorias produtivas discutiram com o prefeito Camillo Scimone, o vereador de finanças Claudio Lacertosa e os representantes do conselho, além do presidente do conselho de finanças, Piero Degetto. À tarde, as consultas continuaram com os representantes dos sindicatos, das consultas por igualdade de oportunidades, pelo trabalho voluntário e com o conselho de jovens. A última consulta é com os representantes dos comitês de bairro e distrito. (Rg)