Também este ano o município de Bra recordou as vítimas das foibas e do êxodo juliano-dálmata com uma santa missa (no santuário da Madonna dei fiori) e uma comemoração na praça dedicada. As cerimônias foram realizadas no domingo de manhã 10 de fevereiro, por ocasião do "Dia da Recordação", criado apenas para comemorar esta triste página da história contemporânea. O prefeito de Bra Bruna Sibille, juntamente com o exílio de Ístria, transferido para Bra, Luciana Rizzotti, interveio no depoimento da coroa de louros na placa da praça martiri delle foibe.

O Dia de Recordação em Bra foi organizado pela Administração Municipal em colaboração com a Comissão Municipal para a afirmação dos valores do 27 de Janeiro, do 10 de Fevereiro e do 25 de Abril e do Instituto Histórico da Resistência de Cuneo. Anexou algumas imagens de Luciano Cravero. (Ea)


Info: Cidade do Bra - Escritório de Cultura
tel. 0172.430185 - cultura@comune.bra.cn.it